terça-feira, 5 de setembro de 2017

Novo Presidente do SATED-PB Aldo Galdino participa do II Encontro Nacional dos SATEDs realizado na Cidade do Rio de Janeiro

O novo presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Paraíba-SATED-PB esteve presente no II Encontro Nacional dos SATEDs realizado na cidade do Rio de Janeiro, Sede do SATED-RJ.

Aldo Galdino foi eleito com a relação nominal dos componentes da chapa única “Resiliência” que concorreu as eleições no dia 08 de Junho de 2017, triênio 2017-2020, para os cargos de Diretoria, Conselho Fiscal e Delegados representantes junto a Federação Interestadual- FITEDCA. A nova gestão tem como vice-presidente Sheilla Martins e encabeçando os cargos da Diretoria Larissa de Almeida, Edivaldo Dantas de Medeiros, Ivonaldo Rodrigues, Williams Muniz, José Alberto Silva, Adilson Luiz, Antonio Lira de Ó Junior, José do Nascimento Soares e Daniel da Nóbrega Santos.

A nova sede do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Paraíba-SATED/PB está localizada na Avenida Desembargador Souto Maior, nº 57, Centro de João Pessoa. Contato através do número WhatsApp (83)98714-7872 ou e-mail satedparaiba2017@gmail.com



Sheilla Martins Blog - DRT-RJ: Diretora de Produção

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

BENJAMIN ÂNGELO (Um anjo amigo)

/Há mais de quarenta anos, lá em Piancó, /
/Um senhor bondoso, chamado Benjamin, /
/Aproximou-se, tão gentilmente,de mim; /
/Pediu a permissão da minha companhia; /
/E, em um lance de pai-filho, tive a alegria /
/Em beber a sua estória e a sua sabedoria... /

/Nunca esqueci das suas palavras doces, /
/Movidas de sentimentos e ensinamentos. /
/Foium momento único, cheio de emoção, /
/Que ainda hoje o tenho no meu coração... /

/Agora, sei o que é verdadeiramente ser/
/Um ser um amigo, fiel e companheiro. /
/Não se importou com a idade lá na frente;/
/Levou a minha idade para próxima da sua, /
/Oh amigo, simples, correto e contente, /
/Que hoje e sempre estará na minha mente! /

João Pessoa, 21 de agosto de 2017 – 11h45min.

José Ventura Filho


domingo, 20 de agosto de 2017

É lançado trailer do filme Deserto, gravado no sertão paraibano. Filme estreia no cinema em setembro; Assista

Foi lançado o Trailer do filme Deserto, inspirado na obra Santa Maria do Circo, de David Toscana, estrelado por Lima Duarte e dirigido por Guilherme Weber, o longa foi gravado na comunidade Picotes, município de São Mamede no sertão paraibano. 


O filme conta a história de um grupo de artistas que percorre o sertão nordestino. Mesmo antes de sua estreia que acontecerá em 14 de setembro de 2017, o longa recebeu críticas positivas e ganhou um prêmio de melhor diretor no Los Angeles Brazilian Film Festival, festival de cinema dos Estados Unidos.

SINOPSE E DETALHES
Um grupo de artistas embarca em uma viagem apresentando um espetáculo por todo o sertão brasileiro. Mas, cansada da vida de nômade, a trupe decide se instalar em uma pequena cidade abandonada, e ali fundar a sua própria comunidade. Eles experimentam pela primeira vez uma outra forma de estar na sociedade, mas para que consigam conviver em harmonia, essas pessoas terão que enfrentar os desafios de viver um novo estilo de vida.  


maispatos.com

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

COMÉDIA ROMÂNTICA “A HISTÓRIA DE NÓS 2” CHEGA À CAPITAL PARAIBANA PARA UMA ÚNICA APRESENTAÇÃO NO TEATRO PEDRA DO REINO

A comédia romântica “A História de Nós 2” chega à capital paraibana para uma única apresentação no Teatro Pedra do Reino, dia 25 de agosto, sexta-feira, às 20h30. A peça é um dos maiores sucessos da temporada teatral carioca dos últimos tempos. É estrelada pelos atores Alexandra Richter e Bruno Garcia, conta as aventuras e desencontros de um casal já separado, que revê a sua própria história na noite em que o marido vai buscar seus pertences no apartamento. Os ingressos à venda através do site www.compreingressos.com.br ou na Loja Puket no Manaíra Shopping.

A peça é uma comédia romântica e foi um dos maiores sucessos da temporada teatral carioca dos últimos tempos. É estrelada pelos atores Alexandra Richter e Bruno Garcia, conta as aventuras e desencontros de um casal já separado, que revê a sua própria história na noite em que o marido vai buscar seus pertences no apartamento. 

Edu é um homem dividido entre o desejo de ascender profissionalmente, a vontade de manter um casamento e o sonho de se manter eternamente livre. Já Lena é uma mulher ‘partida’ entre carreira, maternidade e paixão. Dois personagens que, em cena, transformam-se literalmente em seis: Edu, Duca, Carlos Eduardo, Lena, Mammy e Maria Helena, dando corpo e voz às diferentes ‘facetas’ de um mesmo homem e uma mesma mulher. 

A comédia que estreou em 2009, já foi vista por mais de 800 mil espectadores e eleita no mesmo ano pelo público, leitores do O Globo, como a melhor peça teatral.

O espetáculo transcorre na noite em que Edu separado de Lena há algum tempo, vai buscar seus últimos pertences no apartamento. O derradeiro encontro do casal converte-se num ajuste de contas a um só tempo cômico e emocionante, onde tentam descobrir quem afinal causou a separação: a mulher, a mãe, a advogada bem-sucedida ou o marido, o adolescente eterno, o publicitário workaholic?

Por meio de humorados e reflexivos flashbacks, os seis personagens ocupam a cena, enquanto no palco é tecida essa “História de nós 2”. Conteúdo de imediata identificação do público e a forma como a história é abordada, pelo viés da comédia, são os principais fatores do sucesso da peça. 

SOBRE

A ATRIZ

Alexandra Richter é atriz, produtora e esteve em cartaz por três anos com Divã. Atuou ainda na peça Salada (da qual é produtora), também sob a direção de Ernesto Piccolo. Destaque para suas participações nos espetáculos Uma Loira na Lua, Toalete e Esse Monte de Mulher Palhaça. No cinema, atuou em Divã, de José Alvarenga. Atualmente está no ar em Cheias de Charme, novela das 19h. Integrou o elenco fixo do humorístico Zorra Total e de Os Caras de Pau; participou dos programas A Diarista, Os Normais, Toma Lá Dá Cá eCarga Pesada; e também participou das novelas Laços de Família, Coração de Estudante ePassione, A Regra do Jogo, personagem Dalila Sampaio Stewart e Rock Story no papel da Eva Barroso.

O ATOR

Bruno Garcia é um dos mais prestigiados atores de sua geração, já protagonizou peças de teatro, filmes e novelas.

Na TV, encontra-se no ar na minissérie “Nada será como antes, da Rede Globo. Ao longo de sua carreira já estrelou mais de 15 novelas e seriados, dentre os quais se destacam: Felicidade, Luna Caliente, Os Maias,O Quinto dos Infernos, Coração de Estudante, Kubanacan, Começar de Novo, Bang Bang. Fez ainda participações em: Os Normais, A Grande Família, A Diarista, Casos e Acasos, Nada Será Como Antes, Segredos de Justiça, Sob Pressão e a Escolinha do Professor Raimundo.

Aos 15 anos, iniciou sua carreira em teatro, fazendo o elefante na peça: Hipopocaré. Em 1988 , fez: Hamlet; e ainda:Superléo, o Menor. Em 89, fez: Uma Noite de Cão. Em 95:A Ver Estrelas. Em 96:O Burguês Ridículo. Em 2000:Lisbela e o Prisioneiro.Em 2002:Homem Objeto e Desejos, Basófias e Quedas. Em 2004 e 2005: A Maldição do Vale Negro. Em 2007, ele atuou e dirigiu: Apareceu a Margarida. Em 2009, fez A Comédia dos Erros. Em 2011, A Escola do Escândalo e em 2012, Michael e Eu.

O DIRETOR

Ernesto Piccolo é um dos nomes de maior destaque na atual cena carioca e com diversos prêmios na bagagem, o ator e diretor Ernesto Piccolo já foi indicado duas vezes ao Prêmio Shell – nas categorias melhor direção, por Divã, e Especial, pelo desenvolvimento do projeto Oficinas de Criação de Espetáculo, que ele coordena e dirige no Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Recebeu também o Prêmio Coca-Cola pela direção do musical infantil A Guerrinha de Tróia. Dirigiu grandes sucessos teatrais, como Doidas e Santas, que está comemorando 400 apresentações.

A AUTORA

Roteirista de cinema, teatro e TV, Lícia Manzo é redatora na TV Globo, onde escreveu para os humorísticos Retrato Falado, A Diarista e Sai de Baixo. Autora principal de novela comA Vida da Gente, apontada por unanimidade pela crítica como uma das melhores novelas das 18h nos últimos tempos. Foi roteirista final do seriado Tudo Novo de Novo, também da TV Globo, com direção de Denise Saraceni. No teatro, entre outros, escreveu textos para os espetáculos As Noites de Cabrita, com direção de Bibi Ferreira, e Salada, dirigido por Ernesto Piccolo. É mestra em Literatura Brasileira pela PUC/RJ e foi indicada ao Prêmio Jabuti pelo ensaio Era uma vez: eu – a não-ficção na obra de Clarice Lispector (2003/UFJF).

FICHA TÉCNICA

Autor: Licia Manzo / Diretor: Ernesto Piccolo / Elenco: Alexandra Richter e Bruno Garcia/ Assistente de direção: Neuza Caribé / Cenógrafo: Clívia Cohen / Figurinista: Cao Albuquerque e Kiara Bianca / Direção de movimento: Marcia Rubin / Trilha sonora:Rodrigo Penna / Iluminador: Maneco Quinderé / Fotografia: Dalton Valério /Programador Visual: Zé Luiz Fonseca / Produção Executiva: Glauce carvalho /Coordenação de Produção: Helber Santa Rita / Diretor de produção: Gustavo Nunes /Produção: Turbilhão de Idéias

SERVIÇO:

Comédia romântica “A História de Nós 2” com Alexandra Richter e Bruno Garcia
Data: 25 de agosto (sexta-feira) – única apresentação
Local: Teatro Pedra do Reino
Endereço: Rodovia PB-008, KM 5 - Polo Turístico Cabo Branco - João Pessoa – PB

Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos.

Horário: 20h30

Ingressos: R$ 40,00 a R$ 100,00

Valores
2 lote até dia 24/8 
R$ 80,00 inteira 
R$ 40,00 meia 

25/8 
R$ 100,00 inteira 
R$ 50,00 meia 

Pontos de venda: www.compreingressos.com.br ou na Loja Puket. E, na bilheteria do Teatro Pedra do Reino, no dia da apresentação, a partir das 16h até às 20h30.

Informações: Loja Puket (83) 2106-6209 - Instagram: @dearteproducoes - facebook: https://www.facebook.com/DeArteProducoes e Twitter: @DeArteProducoes
Produção Nacional: Turbilhão de Idéias
Realização: Alexandra Richter e Gustavo Nunes
Produção Local: Dearte Produções
Foto/Imagem: Reprodução/Divulgação – Assessoria de Imprensa Turbilhão de Idéias.

Paraíba está em 10º lugar no ranking nacional de mulheres que desconhecem o próprio período fértil, revela pesquisa

(Reprodução/Internet)
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a infertilidade é definida como tentativas para a fertilização por um período que excede um ano e em que a mulher não utiliza quaisquer métodos anticoncepcionais.

Segundo artigo publicado pela Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, o aumento na procura de técnicas de reprodução está intimamente ligado com o adiamento da gestação por meio de métodos contraceptivos. Problemas como tabagismo, consumo excessivo de álcool, uso de drogas e histórico pessoal ou familiar de doenças como a endometriose também podem ser agravantes que contribuem com a infertilidade.

Problemas de fertilidade no Brasil – A mulher e seu corpo
Por mais que se fale sobre a importância do conhecimento do próprio corpo, ainda é vivenciado no Brasil um desconhecimento das mulheres sobre si mesmas no contexto fisiológico —, isso é o que revela a Pesquisa sobre o Período Fértil realizada pelo portal Trocando Fraldas.

O estudo foi realizado com 12.000 mulheres de todo o país e traz dados reveladores como metade das mulheres entrevistadas que desconhece quando pode engravidar e entre as mulheres que estão na tentativa de uma gestação o índice chega a 56% de desconhecimento.

A deficiência de informação se mostrou maior na região Norte em que 45% das mulheres sabe quando pode engravidar e menor na região Sul em que 53% das mulheres conhece sobre o período fértil.

Pará é o estado em que as mulheres se mostraram menos informadas, apenas 2 em cada 5 mulheres sabem quando pode engravidar, seguido pelos estados Sergipe e Mato Grosso do Sul.

Paraíba está em décimo lugar no ranking de mulheres que desconhecem o próprio período fértil com 47%. Na capital este percentual cai para 46%.

Santa Catarina, Rio Grande do Norte e Paraná são os estados com a população mais informada no assunto com um percentual de 53-54%.

Dentre as capitais, Campo Grande e Palmas têm o menor índice de conhecimento feminino sobre o próprio corpo, 36% e 39% respectivamente. Em Curitiba e Belo Horizonte o público feminino se mostrou mais informado, com 54% e 52%.

Em uma média geral no estudo conduzido pelo TF 41% das mulheres entrevistadas não tinha conhecimento sobre o período fértil; 55% ou 5 em cada 9 mulheres conhece a duração do ciclo menstrual, enquanto o restante não soube responder sobre o própria menstruação.

O que estes dados revelam é que tanto mulheres que querem engravidar quanto as que não desejam uma gestação apresentam dificuldades para responder questões sobre o funcionamento do próprio corpo desde quando estariam aptas a engravidar até sobre o próprio ciclo menstrual.

Fonte
Perspectiva de casais em relação à infertilidade e reprodução assistida: uma revisão sistemática. Reprodução e Climatério. Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, 2016.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O DOM DE SER PAI

(Reprodução)
Não há tempo e nem forma definida para ser pai... Só o dia a dia com as suas circunstâncias tidas e sentidas farão as diferenças no trato das habilidades quanto a superação, a garantia do desembaraço e a mansidão da vida na convivência com os filhos. 

Missão nobre revestida de alguns percalços que, por sua natureza,lhe são proporcionados... A habilidade de enfrentá-los e de torná-los suaves no desprender dessa passagem sublimar vai depender de cada um...

A estação do tempo não muda em nada o sentimento de pai para com o(s) filho(s), apenas amolda aos costumes regrados pela sociedade a qual pertence, principalmente no comando e no enfrentamento da evolução dos recursos tecnológicos, hoje oferecidos de forma sem controle e desproporcional, os quais necessitam de um maior cuidado ou zelo, quanto ao distanciamento da prole nas relações familiares...

Não se deve deixar ser dominado pelo ilusionismo ou pelo compromisso de satisfazer ao mando de uma sociedade consumista, desprezando os melhores bens patrimoniais, quais sejam, a companhia de um pai; as trocas de conversas triviais e a exposição dos projetos de vida de cada um.

Um dia você é filho, outro dia você é pai...

Assim, essas alternâncias de papéis, revestidos de responsabilidade e de agraciamento, se dão de forma espontânea, devendo ser contida e refletida, sem atropelos ou desmantelos, a fim de proporcionar um bem-estar em uma nova célula familiar que por ventura venha a se originar...

Por conta de uma possível fragilidade familiar, quando as relações entre pai e filho se deterioram pela ganância do ter, do desprezo e do desamor, grandes possibilidades do surgimentode problemas de ordens psicológicas e materiais chegarão ao extremo recurso de medidas drásticas, findando na colocação de seu ente em um lar postiço, longe do afago, da compreensão, da atenção e do amor filial.

Assim, maravilhoso é o dom de ser pai, quando os braços e o carinho do(s) filho(s) se aconchegam em êxtase profundo agradecendoà recepção emotiva e prazerosa do amor puro e verdadeiro,vindo sem preço, sem começo e sem fim, fortalecendo, de logo, os laços afetivos, até alcançar a infinitude da vida...



João Pessoa, 19 de julho de 2017 – 08h08min.
José Ventura Filho

Secult da PB apresenta Plataforma de Cultura ao Vale do Piancó

A Secretaria Municipal de Cultura Coremas recebeu na ultima quinta, 10, Rosildo Oliveira, Gerente Operacional de Pesquisa Cultural para promover a oficina da plataforma CULTURA NA PARAÍBA, novo ambiente virtual que está aberto oficialmente para o levantamento e cadastramento dos agentes culturais de todos os municípios do estado da Paraíba!!!

A plataforma representa um grande passo em relação ao que diz respeito ao levantamento, armazenamento e preservação dos dados no âmbito cultural uma vez que o sistema é aberto a toda população para que se faça o uso da mesma.

Outro avanço é a independência que o sistema tem do governo federal uma vez que o ultimo sistema foi aniquilado pelo atual, agora a plataforma independe da gestão federal e estadual para "existir", o que nos isenta do risco de serem perdidas as informações inseridas pelo gestor cultural de cada município e/ou pelo próprio produtor.

A oficina fora direcionada a 50% dos municípios que compõem o Vale do Piancó, sendo que os 50% restantes foram atendidos no dia seguinte, última sexta-deira 11, na cidade de Conceição, também pelo Gerente Operacional de Pesquisa Cultural Rosildo Oliveira.